> Galería de Fotos (2 elementos)


2 Medias
   > Artigos relacionados
   > Edupédia

EV
Anatólia
ou Ásia Menor
Península ao O da Ásia (510.000 km2). Separada da Europa pelos mares Egeu e da Mármara e pelos estreitos de Bósforo e Dardanelos, é banhada ao N pelo mar Negro e ao S pelo Mediterrâneo. Limita-se por uma linha que une Iskenderun, no Mediterrâneo, a Samsun, no mar Negro. Abrange quase a totalidade do território da Turquia. Do ponto de vista morfológico, é um grande planalto com uma alt. média de 1.000 m, rodeado ao N pelo Arco Pôntico e ao S pela cordilheira do Tauro.
Após o III milênio a.C., a Ásia Menor esteve sobre a influência assíria e hitita. No séc. XIV a.C., os gregos chegaram à costa ocidental e às ilhas. No princípio do séc. VII a.C., Gyges fundou o reino da Lídia, que sucumbiu ao rei persa Ciro (546 a.C.), embora as cidades gregas tenham resistido. Após a conquista por Alexandre Magno (334 a.C.), a região foi governada, após a sua morte (323 a.C.), pelos seus generais. Com Seleuco, o SO da Anatólia fez parte do extenso reino selêucida da Síria, enquanto algumas regiões da parte noroeste, como a Bitínia, a Capadócia, o Ponto e, mais tarde, o território de Pérgamo, formaram reinos independentes. No séc. XI, os turcos selêucidas fundaram o sultanato de Konya, que durante um longo período conviveu com Estados cristãos, como o império de Niceia (séc. XIII), de Trebizonda (sécs. XIII-XV) e o reino da Pequena Armênia (sécs. XI-XIV). Em fins do séc. XIV, os otomanos ocuparam a península e durante cinco séculos estabeleceram o Império Otomano. A queda deste império, no final da I Guerra Mundial, fez coincidir a Ásia Menor com a nova Turquia, que se converteu numa república sob o mandato de Kemal Atatürk, fundador do moderno Estado turco.

Subir