> Artigos relacionados

EV
Hölderlin, Friedrich
Lauffen am Neckar, Alemanha 1770 - Tübingen, Alemanha 1843
poeta alemão. Estudou em Tübingen e em Jena, onde assistiu às aulas de Fichte e Schiller. Graças a este, encontrou um trabalho de preceptor em Frankfurt na casa do banqueiro Gontard (1795-1798), por cuja mulher, Suzette (cantada com o nome de Diotima), se apaixonou, sendo por ela correspondido. Em 1802 voltou para a sua cidade natal, com os primeiros sintomas da sua doença mental, que acabou por se agravar e por fazer com que Hölderlin fosse internado no hospital de Tübingen em 1806. A obra de Hölderlin é relativamente escassa, devido à doença e à exaustiva revisão e reelaboração das composições. Desde as suas primeiras obras revelou as influências da Antiguidade grega, tanto desde o ponto de vista ético como estético, o que o levou a considerar a Alemanha como herdeira direta do pensamento grego. A sua obra compõe-se de um romance Hypérion ou o Eremita da Grécia (Hyperion oder Der Eremit in Griechenland; 1797-1799), uma tragédia inacabada A Morte de Empédocles (Der Tod des Empedokles; 1798-1799) e um conjunto de poemas. Hölderlin não teve grande aceitação entre os seus contemporâneos, mas, a partir do séc. XX, passou a ser considerado um dos maiores poetas alemães.

Subir